mg.abra

ABRASEL-MG questiona proibição do take away

Entidade acredita que medidas mais restritivas são necessárias, mas questiona proibição do take away, que não gera aglomeração, evita mais desempregos e alimenta a população

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (ABRASEL-MG) vem a público para questionar a proibição da modalidade de take away, anunciada nesta sexta-feira, dia 12 de março, pela prefeitura de Belo Horizonte. Segundo o presidente da Abrasel-MG, Matheus Daniel, a opção de buscar o alimento em restaurantes da cidade, além de ser uma alternativa para alimentar a população, principalmente aqueles que não têm familiaridade com plataformas de delivery, garante empregos de trabalhadores do setor, que atualmente só conseguem renda por meio do delivery e take away. “Será mais um prejuízo para o setor que sofre desde o primeiro fechamento da cidade, há quase um ano, e pode acarretar ainda mais desempregos”, afirma. A Abrasel afirma que o take Away para almoço e jantar não gera aglomeração nos estabelecimentos e questiona se essa proibição não acarretaria em ainda mais tumultos em supermercados da cidade. “Há vários profissionais da saúde e dos demais serviços realmente essenciais que precisam se utilizar deste serviço e serão prejudicados. O take away deveria ser liberado pelo menos até às 22:00”

Ainda sobre o pronunciamento do prefeito, a associação espera que as medidas de fiscalização sejam realmente implacáveis como anunciado pelo prefeito kalil. “Já passava da hora dessa fiscalização. Vamos torcer para que funcione e abranja toda a cidade e não somente as regiões centrais, ela não pode ser seletiva”, afirma.

Matheus Daniel ainda pondera sobre a importância do fechamento: “Preferimos um fechamento severo de 10, 15 dias, que seja realmente capaz de controlar o grave quadro da pandemia em nossa cidade enquanto a prefeitura aumenta os leitos e compra vacina, do que vivermos nessa inconstância de abrir e fechar nossos negócios em um curto espaço de tempo, sem nenhuma previsibilidade”, completa.

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Agenda Comunicação Integrada

Jornalistas responsáveis: Maíra Rolim - JP 8850- MG

Daniel de Andrade - RP 0020661-MG|9 8500-1358 | 9 9120-1068

Comentários