Constituído no final de 2013, o Conselho Estratégico de Defesa do Empresário – CEDE foi criado frente às necessidades de se somar forças na defesa das empresas representadas pelas instituições que o compõem.  Trata-se de um de um grupo ultra-associativista com a missão de apoiar, defender e desenvolver os segmentos empresariais de forma conjunta em especial no relacionamento com o poder público.


O CEDE é formado pela Associação Comercial e Empresarial de Minas - ACMinas, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais – FECOMÉRCIO-MG, Associação Mineira de Supermercados – AMIS, Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte – CDL-BH, Associação Mineira da Panificação e Sindicato da Indústria da Panificação – AMIPÃO e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais – ABRASEL.


Os principais objetivos do CEDE são: atuar para minimizar e até mesmo eliminar os prejuízos causados pela atuação do Poder Legislativo; atuar junto ao Ministério Público e junto ao Poder Executivo; acionar as entidades nacionais quando as questões forem relevantes; acompanhar e atuar em ações de fiscalização; buscar estreitar relacionamento com todas as esferas do Poder Público com vista a facilitar o diálogo; praticar todos os atos necessários e compatíveis com a atividade de cada entidade membro que o compõe em prol da missão do CEDE.


Os assuntos são propostos, discutidos e encaminhados nas reuniões bimestrais do grupo técnico, formado pelos superintendentes, gerentes e executivos e deliberados nas reuniões periódicas dos presidentes das instituições.